quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

A "orkutização" do Facebook: Se gostou, compartilhe

           Que brasileiro tem uma paixão por redes sociais, todo mundo já sabe, e o queridinho do momento é o Facebook. O site de relacionamento é o mais popular no país e ganha cada vez mais adeptos todos os dias. Adeptos esses que deixaram de utilizar o saudoso site Orkut, pois o mesmo se encontra às moscas atualmente.
          Eu me lembro muito bem quando comecei a usar o Orkut. Até do ICQ eu me lembro (se você tem menos de 18 anos provavelmente não vai saber o que é isso). Usava o Orkut para descobrir comunidades e gostos em comum com os colegas e fazer novas amizades. Participava de fóruns de discussão sobre algum filme ou alguma banda. Era muito legal e divertido.
          Mas como na vida tudo está em constante evolução, novas redes sociais foram criadas. Entre elas, a do nosso amigo Zuckerberg: O Facebook. Com mais de 750 milhões de usuários no mundo, o site fez milhares de brasileiros abandonarem o Orkut. Hoje são mais de 30,9 milhões de usuários brazucas curtindo e postando fotos no "face".
          O termo “orkutização” do Facebook vem sendo usado com muita freqüência pelos usuários da rede social. Muitas vezes esse termo vem acompanhado de piadas e preconceito contra a inclusão digital e contra as pessoas de baixa renda que usufruem do site. A verdade é que a inclusão digital democratizou o uso da internet. É claro que o nível sócio-econômico influencia nos hábitos das pessoas, mas independente das condições financeiras, as pessoas estão perdendo o bom senso nas redes sociais.
         Fotos de cachorros machucados, crianças doentes e pessoas mortas estão trafegando pelo Facebook e sendo compartilhadas pelos usuários. Entendo que às vezes é como forma de protesto ou revolta, mas ninguém é obrigado a ver esse tipo de coisa. Sem contar na vontade que as pessoas têm de opinar sobre tudo que acontece no mundo. Mas nunca é opinião própria, é sempre um ctrl+C ctrl+V de ideias, pois estão com preguiça de ler uma matéria inteira e só a manchete já basta.
         Muitas tirinhas de humor também são compartilhadas com freqüência, algumas são até engraçadinhas, mas a maioria não tem graça. Os “memes” dominaram o Facebook (não sabe o que é um meme? Procure no Google). E tem também aquelas fotos de casais com frases clichês de amor, como “Aprenda a não chorar por alguém que não dá valor ao seu sorriso”, sempre acompanhadas com um “FATO” ou “SUPER FATO” no fim. O Facebook tá chato. Eu tenho saudades do Orkut.


5 comentários:

Francieli Santos disse...

Sinto saudade do Orkut também, mas prefiro o Facebook por ser mais internacional.

PS: sou fã dos ursinhos tediosos

Tobias Cavichioli disse...

Muito bom Dani, ótimo texto e que bom que voltou a postar as tirinhas. ;) ..

Anônimo disse...

dani eu gostei dos ursinhos voce podia fazer mais histórias deles né

bjooo

ass: ricardo

Rart og Grotesk disse...

Eu não tenho paciência para orkut e facebook.Tenho perfis nessas redes, mas nunca entro, apenas estão lá.
Gostei muito do post, pois há alguns anos eu usava o orkut, mas o orkut mesmo foi mudando e hoje está chato.
Valeu pela visita em meu blog!
http://artegrotesca.blogspot.com

Juliano Gonçalves disse...

Olá, você postou no meu falecido blog. Obrigado pelos apontamentos dos erros.

Abraço!